A força de um coração manso e ensinável


O quanto você permite que Jesus entre? Talvez sua resposta automática seja dizer que Ele faz morada em você sem limites. Mas será que você deixa Jesus mudar as coisas de lugar? Bagunçar seus conceitos, apresentar um novo estilo de vida, desfazer sua personalidade, conferir um coração renovado. Tudo isso está incluso no pacote quando nos dispomos a conhecer mais sobre Deus e sua Palavra.


Enquanto crescemos, muitos fatores influenciam nosso “gênio”. O mundo nos oferta a herança genética, os signos e outros tantos pontos para que acreditemos que nascemos com a nossa natureza definida. Porém, quando morremos para o mundo e nascemos em Cristo, tudo se transforma. Corações com rebeldia, perfeccionismo e fome de controle são postos à prova. Como substitutas, entram a mansidão, a paciência e o perdão.


“Meu filho, se você aceitar as minhas palavras e guardar no coração os meus mandamentos; se der ouvidos à sabedoria e inclinar o coração para o discernimento; se clamar por entendimento e por discernimento gritar bem alto, se procurar a sabedoria como se procura a prata e buscá-la como quem busca um tesouro escondido, então você entenderá o que é temer ao Senhor e achará o conhecimento de Deus.” (Provérbios 2:1-5)


Diariamente, minha oração tem sido por um coração manso. Passei a vida ouvindo quão geniosa eu sou, exigindo tudo de mim e dos outros de acordo com meus próprios padrões e vontades. Encarei diversas vezes amigos torcendo o nariz ao perguntarem meu signo e terem o choque de que ele não corresponde à doçura que dizem ver em mim. Mas nossas expectativas, desejos e impulsos moldam-se ao passo que nos alimentamos e cercamos da vida verdadeira.


Somente um coração humilde e disposto a ter suas certezas desfeitas, trocadas pelos dizeres de Cristo, estará pronto para ser quebrantado e entregue. Quando leio sobre Jesus e sua jornada, sobre mulheres e homens que o amaram inteiramente e deixaram o Senhor resplandecer sobre si, sinto-me inspirada e encorajada. Quando cultivamos o amor pela palavra dEle e deixamos que ela nos mostre tudo que Ele tem para e sobre nós, a mudança começa.


Um coração manso não reflete fraqueza e nem deve ser menosprezado, mas buscado. Sua força é refletida quando somos corajosas para ter um encontro diário com a verdade sem apego e egoísmo, entretanto, com sede de transformação, inconformismo e amor. A mansidão diz respeito a sermos moldáveis pelo Espírito e seus mandamentos.


“Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas” (Mateus 11:29).


Isso é o que descobrimos em sua palavra: exemplo, coragem e paz. Já não somos as mesmas quando Ele vem, muito menos quando estar com Ele se torna rotina, lendo, orando, ouvindo e obedecendo. Nunca foi sobre nós.


Por Mariah Costa

776 visualizações1 comentário

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon