Celebrando



Hoje escrevo de um lugar interno de muita alegria. Mas a verdade é que nem todos os dias são plenos de satisfação. Ainda assim, é preciso aprender a celebrar a Deus em todos os tempos. Independente das estações da vida. Esse celebrar não precisa ser um ato mecânico, mas sim, um ato de fé. O salmista nos afirma que quem sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com jubilo trazendo os seus feixes. Como você tem regado a sua terra? Lágrimas podem se tornar um excelente adubo que encherá nossos lábios de sorrisos.


Não sei como está o teu coração, se está feliz ou triste, cheio de paz e esperança ou um tanto sem expectativa. Sem dúvida, passamos por muitos momentos de aflições, tentações e até mesmo medos. Isso não foi diferente com os profetas, personagens Bíblicos ou até com aqueles que marcaram a história do cristianismo. Porém, quando sabemos que não há solidão para os que estão em Cristo, podemos sentir esperança. A fé renova nossas forças e nos faz vislumbrar o futuro com amor. Como está o seu espírito? Abatido ou animado? Lembre-se do que diz Provérbios:


“O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espirito se abate.” - Provérbios 15.13


Amo a história de José, mas a sua trajetória não foi algo fácil de viver. Ainda muito jovem ele teve uma revelação profética a respeito de seu destino. José sonhou com seu futuro e como todos se prostrariam diante de quem ele se tornaria. Ao contar à sua família a visão, não houve encorajamento por parte deles. Ao contrário, seus sonhos geraram ciúmes na vida de seus irmãos e, até mesmo, um questionamento por parte de seu pai.


E, de repente, ele se tornou escravo, vendido pelos próprios irmãos, abandonado e rejeito por aqueles que deveriam protegê-lo. Mas o que podemos observar na vida deste homem é que ele não estava só. Em tudo o que ele colocava as mãos havia prosperidade, pois Deus o abençoava. Mesmo na casa de Potifar e falsamente acusado de traição. Mesmo sendo preso, José adquiriu confiança e respeito de todos a sua volta.


“O Senhor, porém, estava com José, e estendeu sobre ele a sua benignidade, e deu-lhe graça aos olhos do carcereiro-mor. E o carcereiro-mor entregou na mão de José todos os presos que estavam na casa do cárcere, e ele ordenava tudo o que se fazia ali. E o carcereiro-mor não teve cuidado de nenhuma coisa que estava na mão dele, porquanto o Senhor estava com ele, e tudo o que fazia o Senhor prosperava.” - Genesis 39.21-23


Jesus está conosco. Ele tem um propósito bem definido para cada uma de nós. Precisamos aprender a nos alegrar e celebrar a vida que Ele nos dá. Quando imagino os seus olhos, vejo brilho em seu olhar, vejo compaixão pelas vidas. E não é apenas o que podemos imaginar, mas o que diz a Palavra. Ele derramou sua vida para que conheçamos o significado do verdadeiro amor.


Quantas promessas temos esperado no Senhor? Não devemos deixar que o tempo apague a fé. Devemos nos manter firmes no propósito. Devemos ser como José e, mesmo quando provados, precisamos olhar para Jesus e entender que dependemos de sua graça. Que possamos colar nossa confiança n’Ele para experimentarmos a alegria de viver e celebrar a Jesus em tudo.


“Tu, Senhor, conservaras em perfeita paz aquele cujo propósito é firme, porque ele confia em ti.” - Isaías 26.3


Por Nayla Cintra

237 visualizações

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon