Dia 4: Como as provações que passei me levaram a confiar em Deus?

A Bíblia é clara em nos alertar que no mundo teremos aflições, mas que devemos manter o bom ânimo. Isto sugere alegria, o não se desanimar diante das temperanças da vida. Porém, quando enfrentamos dificuldades temos a tendência de não gostar de tal situação e desejar que o “inferno cósmico” passe logo.

Eu entendo você, sei bem como é. E, não acredito que fomos criadas apenas para o sofrimento. Entretanto, há uma coisa deliciosa nas aflições se nos posicionamos com um coração dependente do Senhor. Nós aprendemos na essência prática o que teologicamente nos é falado nos púlpitos. Aprendemos em realidade o que lemos em nossas Bíblias.

Mas, como as provações me fizeram confiar? Primeiro, elas me ensinaram que Deus é real e está sempre presente independente das circunstâncias. Além disso, Ele tem raça para liberar tudo o que é preciso para vencer medos, angústias ou tentações.

As provações me ensinam que o evangelho é verdadeiro, não são apenas teorias ou filosofias humanas. Mas, o estilo de vida daqueles que creem. Gosto muito da história de Jó e como diante da aflição e morte, ele teve uma revelação profunda de Deus. A Bíblia narra que Jó era um “homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal.” - (Jó 1.1). Mesmo assim, ele sofreu com a morte dos seus filhos. Enfrentou pobreza e uma terrível doença em seu corpo físico que já estava tão debilitado pela dor da alma diante de suas perdas. Porém, ao fim daqueles dias tenebrosos, Jó termina dizendo que o que antes era conhecido apenas de se ouvir falar, agora era contemplado por uma visão real do seu olhar. (Jó 42.5)

Além disso, Jó se deparou com o poder grandioso de Deus para fazer qualquer coisa. E também, com a Soberania do Senhor em cumprir os planos e propósitos do Seu coração. Assim ele disse: “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado.” Jó 42.2 Pessoalmente, já tive muitos medos a vencer, mas descobri que sou mais corajosa do que um dia imaginei. Me lembro de uma situação em que tive que morar em um lugar bem tenebroso e sozinha, porque a minha amiga desistiu de dividir a casa comigo e era um lugar perigoso.


E aquela situação que já era de fato desesperadora, era ainda pior, porque eu não tinha como arcar com o aluguel e as despesas da casa sozinha. É isso, vida de uma missionária com recursos limitados precisando de exercer fé inabalável em um Deus poderoso e gentil.

Então, em meio a aflição, enquanto meditava, o Salmo 34 se desvencilhou de forma profunda e sobrenatural. Era como se as letras da Bíblia se tornassem garrafais. Meu coração foi inflamado por fé e invadido pela paz de Cristo, porque naquele mesmo instante eu soube que o Senhor estava cuidando de mim e de tudo. Você pode ler o Salmo todo, mas quero destacar quatro versículos.

“O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem e os livra. Oh! Provai e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele se refugia. Temei o Senhor, vos os seus santos, pois nada falta aos que o temem. Os leõezinhos sofrem necessidade e passam fome, porém os que buscam o Senhor bem nenhum lhe faltará.”

Salmos 34. 7-10 Está é apenas uma das milhares de história que eu poderia contar-lhes a respeito de minhas experiências com Deus em meio aos problemas cotidianos da vida. Sei que você também tem as suas próprias histórias e como Deus tem ministrado em seu coração quem Ele é e como Ele age.

Lutas e tribulações aumentam nossos músculos espirituais. Faz uma fé imatura se tornar madura. Demonstra que alegria verdadeira é independe de circunstâncias. Nos faz mais corajosas do que imaginamos, pois vencemos os medos pelo amor de Deus. Lutas e tribulações, revelam a Natureza de um Deus que é Pai, que não abandona, que não mente, que é leal e digno de nossa total confiança.

Ele tem amor terno e poder para salvar. Ele dá paz que excede o entendimento, a qual não podemos explicar com meras palavras, mas que é intensa em nosso interior. Ele não permite nada que não possamos suportar, mas nos deu o Seu Espírito que nos ajuda em tudo e estará conosco até a volta de Jesus. Lembre-se:

“... nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança ”

(Romanos 5.3b4).


Como suas provações estão fazendo você crescer em fé e confiança em Deus?


Por Nayla Cintra

1,178 visualizações3 comentários

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon