Dia 1: sem medo de perder

Oi Perê, gostaria de começar o devocional de hoje te fazendo uma pergunta: Você já perdeu alguma coisa que era verdadeiramente importante para você? Muito provável que a sua resposta seja sim, e que você tenha se lembrado de, não só uma, mas de várias coisas que perdeu no meio do caminho: pessoas das quais você ama (ou amou um dia), um emprego que significava muito para você, o conforto da casa dos seus pais por ter que seguir seus sonhos, relacionamentos e até mesmo coisas banais como objetos que tinham valor. Há alguns anos atrás ganhei um livro de uma amiga. Eu o perdi dentro de um avião e até hoje lembro desse livro com pesar, pois era um livro muito especial e limitado. Se isso me gerou um certo incomodo, quem dirá as coisas preciosas que não podem ser substituíveis! Todas nós sabemos, em graus e maneiras diferentes, a dor de perder algo importante.

Eu tenho meditado a respeito do meu propósito, da minha história e eu sempre me lembro que fomos criadas por um Deus que soprou a Sua própria vida dentro do homem quando O formou (leia Gênesis 2:7). Aquele não foi um sopro qualquer, foi o sopro da vida que veio de um Deus eterno! Que é o próprio princípio, o meio e o fim de todas as coisas que já foram vistas. E continuo a repetir: não, aquele não foi um sopro qualquer. Deus desejava, mais do que tudo, que vivêssemos a abundância de uma vida eterna ao seu lado. Nós não fomos criadas para o fim das coisas, como o fim da vida, o fim de um relacionamento. Nós não fomos criadas para a separação. Mas o pecado nos separou dEle e desde então tivemos que lidar com algo que nunca iremos superar como seres humanos: A perda de um relacionamento face a face com Ele. BOOM!

De repente nos vimos assim: com um rombo dentro de nós que nada neste mundo poderá preencher. Eu já me peguei diversas vezes tentando me preencher com outras coisas, bem como observo as pessoas fazendo isso dia após dia. Corremos freneticamente em busca de relacionamentos terrenos e imperfeitos. Procuramos por um amor eterno em coisas que são passageiras e nos frustramos, mais uma vez, porque não fomos criadas para coisas finitas. Fomos criadas para viver coisas infinitas ao lado do nosso Pai perfeito e, é só quando entendemos essa verdade que, podemos viver verdadeiramente em paz com as coisas passageiras desta terra.

Mas ei, calma! Deixe-me lembrá-la de uma boa notícia: Jesus veio! WOW! Foi por isso que Ele veio, Perê. Ele veio por você! Ele veio conectá-la de novo ao Seu Pai e a promessa é que Ele nunca mais a deixará, “nunca, jamais a abandonará.” (Leia Josué 1:5, Deuteronômio 31:6-8 e Hebreus 13:5-6), e só Ele tem o poder para nos preencher daquilo que perdemos no Jardim. Só Ele tem o poder para nos curar também das coisas que perdemos no tempo presente. Ele é o nosso consolador, refúgio e fortaleza nos tempos difíceis. (Leia João 14:16).

Minha amiga Rebeca escreveu essa frase em um dos seus momentos mais difíceis: “Se tudo eu perder, ainda terei tudo, pois o meu tesouro não está naquilo que acaba”. Peregrina, eu lhe digo isto em lágrimas: esteja preparada para perder as coisas que você mais ama nesta terra, porque esta é a nossa vida imperfeita. Mas se lembre que, para todo o sempre Ele está do seu lado! (Leia Isaías 41:10) E, mais do que isso, Ele está preparando um lugar aonde Ele enxugará as suas lágrimas, e não haverá mais morte, nem pranto, nem dor, nem lamento, porque as primeiras coisas são passadas e aquEle que está assentado no trono afirmou: “Eis que faço nova todas as coisas”. (Leia Apocalipse 21:4-5).

Portanto, não deixe que o medo de perder a domine! Saiba que em Cristo, você é mais que vencedora. Viva um dia de cada vez, aproveite as oportunidades e ame intensamente as pessoas que Deus colocou em sua vida agora. Mas também saiba que o melhor ainda está por vir e que nada se compara ao que ainda viveremos.

Por Mariana Baroni

1,920 visualizações1 comentário

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon