Dia 2: Entregando algo em sacrifício ao Senhor

Você já teve a experiência de crer em algo que era aparentemente impossível?

Quanto tempo você esperou para que acontecesse?

Pegue seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá à terra de Moriá. Ali, ofereça-o em holocausto, sobre um dos montes que eu lhe mostrar (Ge. 22.2)

A história de Abraão e Isaque é uma das histórias mais conhecidas da Bíblia. Certo dia, Deus fez uma promessa para Abraão: sua descendência seria tão numerosa como as estrelas do céu e ele teria posse de muitas terras. Você deve pensar: Uau, quem me dera uma promessa assim! Sem dúvidas, as promessas de Deus são incríveis.


Agora pare e pense comigo: considerando que Abraão tinha 75 anos quando recebeu essa promessa, que sua esposa era estéril e que ele teria que esperar cerca de 25 anos para que a promessa se tornasse realidade, ainda assim, você manteria a fé e esperaria? Apesar de toda circunstância desfavorável, Abraão preferiu crer contra toda expectativa (Rm. 4.18) e a sua fé lhe foi creditada como justiça.

Assim como fez a Abraão, Deus nos faz promessas e move nosso coração a sonhar com coisas que aparentemente não há a remota possibilidade de acontecer, mas precisamos crer. Todos nós temos expectativas e esperamos por algo. Pelo que você espera?


Enquanto esperamos para que promessa se cumpram, há dias ensolarados, nos quais acordamos empolgadas e cheias de esperança, e há também dias cinzentos em que o desespero e desânimo apertam. Isso acontece com todas nós. É preciso ter paciência e entender que, sejam os dias de sol ou de chuvas, ambos fazem parte do agir de Deus em nós para cumprir o que ele prometeu. Deus é especialista em agir enquanto esperamos o cumprimento de suas promessas; à medida que esperamos, Deus trabalha as nossas prioridades.

A história de Abraão, contudo, não termina aí. Quando Isaque, seu filho, finalmente nasceu, Deus pede para que Abraão leve seu filho para Moriá e o ofereça em sacrifício ao Senhor. Imagine só o coração de Abraão neste momento! Ele perseverou, esperou e quando, finalmente, a promessa se tornou realidade, Deus pediu seu filho de volta. Você no lugar de Abraão, o que faria?


Abrão amava profundamente seu filho. O próprio Deus sabia disso, e diz: pegue seu único filho, Isaque, aquele você ama e entregue-o (Ge. 22:2). Isso mesmo, entregue-o. Uma das lições que eu aprendo aqui é que a promessa nunca pode ser maior que o próprio Deus. Deus não pediu isso a Abrão simplesmente porque queria vê-lo angustiado, mas porque Deus sempre age para posicionar nosso coração no lugar certo. Deus então diz a Abraão: “Agora sei que você teme a Deus por que não me negou o seu filho, seu único filho” (Ge.22.12). Será que Deus não sabia disso, sem precisar daquela experiência? Ele certamente sabia, mas era Abraão que precisava entender isso.


Por muitas vezes, Deus nos conduz a situações de entrega, não porque Ele deseja nos ver sofrer, mas porque Ele deseja nos amadurecer. A Bíblia nos ensina que o temor ao Senhor é o princípio da sabedoria (Pv. 9:10) e àqueles que temem, Ele revela os seus segredos e dá a conhecer a sua aliança (Sl.25.14). O temor é, portanto, algo muito importante em nossas vidas. A prova da nossa fé deve ser então motivo de alegria, pois produz em nós perseverança e em sua ação completa nos torna íntegros diante de Deus (Tg. 1:2). Você consegue imaginar Abraão feliz indo entregar Isaque como sacrifício? Sim, feliz. Pode parecer loucura, mas Abraão preferiu confiar no poder de Deus (Hb. 11:19).

Confiar no caráter de Deus é um dos maiores segredos para nossa entrega total. Deus não nos pede algo simplesmente para nos ver sofrer. Se ele nos pede para entregar alguma coisa, devemos confiar que Ele é poderoso e fiel, e faz com que todas as coisas cooperem para nosso bem. Ele não poupou nem mesmo seu próprio filho, mas por todos nós o entregou. Será então que não nos dará graciosamente todas as coisas que necessitamos?

Quero te motivar então neste momento a orar ao Senhor em um ato de entrega. Renda o seu coração e eleve seus olhos ao Senhor declarando quem ELE é na sua vida.


Por Carolina Martins

1,185 visualizações

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon