Dia 3: Exortação entre amigos



Melhor é a repreensão feita abertamente do que o amor oculto.

Quem fere por amor mostra lealdade, mas o inimigo multiplica beijos.

Provérbios 27:5-6

Uma amizade verdadeira é aquela que te permite ser vulnerável e contar seus maiores segredos, mas uma amizade não é feita só de momentos engraçados e simples.

A Bíblia nos ensina muitas coisas sobre amizade e como ser um bom amigo. Mas, uma das verdades que a Palavra de Deus nos traz, é a exortação na amizade. Não é bom que uma pessoa ande sozinha, isso está bem claro nas escrituras, mas também não é bom que alguém se cerque só de pessoas que dizem coisas boas a seu respeito. 

A exortação não é uma ofensa e nem deve ser usada como desculpa para tratar alguém mal ou falar com rispidez, mas a responsabilidade de uma amizade saudável e bíblica, é alertar o próximo dos erros que ele pode estar cometendo. A exortação é um ato de amor e, por mais que, às vezes, não seja algo fácil a ser dito, ainda sim é algo necessário. 

Paulo é um grande exemplo. Em todas as suas cartas, ele demonstra seu amor pela igreja e, com isso, podemos ver vários momentos em que ele exortava sem dó quando algo estava errado. 

A Bíblia é o modelo a ser seguido, nosso manual, então se ela nos ensina a “ferir em amor”. Quem somos nós para ficar com medo de falar a verdade quando ela deve ser dita? 

Lembre-se de que a exortação não é passe livre para ser grosseira, abusiva, ofensiva ou um meio de jogar suas próprias expectativas na sua amizade. Exortação vem de um lugar de amor e cuidado e deve ser feito com grande responsabilidade. 

Que as suas palavras sirvam para trazer vida e não um decreto de morte ao outro. 


Por Carol Guimarães


370 visualizações

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon