O Chamado Chama


No começo da minha caminhada com Jesus, entrei em uma crise existencial e todos os dias a minha oração era a mesma “Deus, qual é o meu chamado?”. Alguns dias, me batia até uma ansiedade, eu não entendia o porquê de eu ter nascido e queria descobrir de qualquer jeito.


Eu estava no meu primeiro ano da faculdade de Publicidade e Propaganda, pensando que meu curso não tinha a ver com Jesus e com o Reino e que eu jamais poderia conciliar as duas coisas. Então a crise ficou ainda pior, porque queria, de todo modo, trancar minha faculdade.


Em uma de minhas orações ainda perguntando sobre meu chamado, o Espirito Santo soprou em mim com a resposta: “O chamado chama”. Naquela hora, isso veio tão forte que eu experimentei pela primeira vez a paz que excede todo entendimento, e, depois disso, comecei a descansar mais em Jesus. Em Filipenses 2:13 diz:


“pois é Deus quem produz em vós tanto o querer como o realizar, de acordo com sua boa vontade.”


Depois disso, algumas perguntas começaram a vir em minha mente: “O que tem queimado em meu coração?”, “O que eu gosto fazer?”, “O que eu tenho em mãos hoje?”. Eu sabia que, de algum modo, essas respostas me levariam a ter mais clareza sobre meu destino.


Continuei na faculdade, mas ainda com os pensamentos dentro de uma caixa. Não conseguia entender o real propósito, foi quando Jesus começou a ministrar em meu coração sobre 1 Corítios 10:31:


“Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.”


Comecei a entender que a Publicidade podia sim ser para a glória de Deus já Bíblia diz que eu posso fazer qualquer coisa para a glória Dele! Jesus começou desconstruir em mim todos aqueles pensamentos e gerar em mim os pensamentos Dele. E como eu faço algo para a glória de Deus? Quando eu faço com excelência, quando eu sou honesta, quando eu dou o melhor de mim, não para agradar aos homens, mas a Deus. Quando tudo o que eu faço é intencional, quando o meu maior foco é Jesus.


Certa vez vi um vídeo de uma fotógrafa que fazia fotos da escravidão moderna, e há vários testemunhos de como as fotos dela despertavam as pessoas a mudarem essa cruel realidade, como pessoas que, através de uma foto, criaram ONG’S para intervir nisso. Com certeza essas imagens são para a glória de Deus. Nós não podemos limitar Deus dentro de uma caixa e pensar que eu só posso fazer algo para Ele e com Ele se for dentro da igreja. A Igreja é sim importante, mas Ele vai ainda mais além.

Conforme fui conhecendo mais Jesus, entendi mais daquela pergunta sobre qual é o meu chamado.


Eu nasci para conhecer a Deus, esse é o meu chamado. E quanto mais eu O conheço, mais começo a entender sobre meus passos aqui na terra. É algo leve e que flui quando nosso coração está alinhado ao coração de Deus. A eternidade é esta: conhecer a Deus (João 17:3), e já começa aqui. Eu não tenho que esperar pra ir pro céu quando eu morrer, eu posso ir agora, trazendo a realidade do céu para terra através do nosso bondoso Papai.


Conheça a Jesus e deixe que o chamado chame!



Por Fernanda Prado

597 visualizações1 comentário

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon