Quase lá


Nesse quase lá,

o céu me mostra seus tons

desbravo [em mim] lugares

e descubro novos sons


alargo minhas palavras

descubro um novo gosto

ajusto o meu olhar

admiro os traços do rosto


sento pra descansar

me vejo até reclamar

[mas lembro:] estou quase lá

e volto a caminhar


quão sem graça seria

chegar sem anteceder

pisar no destino

sem a estrada conhecer


às vezes me culpo por tanto desejar

mas ao viver melhor do que meu pulsar pede

desejo ter sonhado mais

porque o realizar sempre excede.


Por Lara Melo

707 visualizações2 comentários

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon