Você é alguém especial


Para algumas de nossas leitoras, ser alguém especial é uma realidade duvidosa, pois, apesar de falarmos frases feitas, muitas vezes, não acreditamos que de fato somos especiais - ou pelo menos não vivemos como se fossemos. Porém, é preciso nos lembrar o que Jesus ensinou a respeito dessas quatro letrinhas que juntas formam a maior palavra do mundo, com força e significado sem igual: AMOR!


“Respondeu Jesus: Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo. ” Mateus 22:37-39


Então, ao acordar pela manhã, o que você pensa? O que sente quando se olha no espelho? E ao se pentear? Como você tem tratado a si própria? Como tem demonstrado tal amor? Sim, sei que devemos negar a nós mesmas, sermos humildes em nossos corações e ações. A Bíblia nos aconselha a não pensar mais de nós do que aquilo que convém. Porém, há um grande problema quando pensamos que não somos ninguém. Quando pensamos aquém do que Jesus pensa.


“Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu. ” Romanos 12:3


Fomos criados a imagem e semelhança de Deus e isso nos atribui valor incomparável. Pois, nenhuma de suas criaturas receberam a mesma descrição. Você já parou para pensar na profundidade do amor de Deus? Esse amor não é dado apenas de forma coletiva, mas é individual e pessoal. Pois ele sabe seu nome e conhece suas dores. Esse amor é nosso, mas também é meu. Esse amor é seu, mesmo sendo nosso.


O rei Davi, ao contemplar a criação, refletiu sobre quem era o homem na imensidão de tudo aquilo que Deus houvera criado. Qual era o motivo de Deus se importar com um simples mortal? Ele nos ama! Ele nos ama! E a verdade é que Deus sabe amar. Pois amor é a essência de quem Ele É. Escrevi esses dias e torno a repetir aqui: Ele não tem amor. Deus é amor. E seu amor é perfeito, ciumento e implacável. E nesse lugar da criação, somos apenas menores que os anjos. Ele nos coroou de glória e honra.


“Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que ali firmaste, pergunto: Que é o homem, para que com ele te importes? E o filho do homem, para que com ele te preocupes? Tu o fizeste um pouco menor do que os seres celestiais e o coroaste de glória e de honra. ” Salmos 8:3-5


O que acontece quando deixamos de nos amar? Pode “rolar” de nos depreciarmos. Acabamos nos comparando com as outras pessoas e tentamos compensar as nossas faltas, as ranhuras de nossos corações, e acabamos ferindo os outros e ferindo a nós mesmas.

Apesar dos sentimentos ambivalentes, nossa atitude para conosco precisa ser positiva. Não estou dizendo que não devemos reconhecer nossos pecados ou deixá-los de confessar.


Quando conhecemos a Verdade, ela nos liberta. Não devemos fingir. Mas a real é que, muitas vezes, pegamos pesado demais conosco. Nos cobramos e falsamente nos culpamos. Jesus morreu na cruz para que conhecêssemos a verdadeira liberdade e essa, minhas caras, gera leveza na alma e formoseia o nosso rosto, pois nos enche de alegria profunda.


Bruce Narramore afirma que: “Se pensarmos que somos de pouco valor, ou realizaremos pouco ou nos entregaremos com uma tenacidade doentia a tentar mudar essa auto-avaliação negativa.”. Por outro lado, ele diz que: “Se pensarmos positivamente sobre nós, estaremos livres para realizar o nosso verdadeiro potencial. Pesquisas psicológicas indicam que pessoas com auto conceito positivo estão mais em paz tanto com elas como com outros. São, por consequência, mais criativas, confiantes, e socialmente mais ativas do que as pessoas que têm um alto conceito baixo. ” Não serão essas razões de nossos maiores problemas relacionais?


Precisamos aprender a nos amar da mesma forma como o Senhor nos ama. E como Ele nos ama? De maneira abnegada, de todo coração. Ele nem mesmo poupou o Seu próprio Filho, mas antes, nos deu o seu próprio filho para morrer em nosso lugar.


“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. ” João 3:16


Sei que estamos cheias de autoajuda e positivismo. Mas quero que possamos refletir de maneira objetiva como temos desenvolvido nosso valor pessoal. Pois isso gerará grande transformação na vida das pessoas que estão ao nosso redor, na vida do próximo. Que nosso amor não seja doentio, mas saudável.


Mude a perspectiva

Você já se perguntou o que o Senhor sente em relação a alguma pessoa? Já pediu que o Senhor compartilhasse isso com você? Proponho algo um pouco diferente. Faça ao Senhor algumas perguntas, mas agora, que não seja sobre o próximo, mas sim sobre você. Combinado?


Primeiro, pergunte ao Senhor o que você tem em comum com Ele? Quais características dele você também possui? Segundo, o que Ele já mudou em sua vida? Quais transformações você já consegue perceber? Terceiro, o que Ele ama em você?

Deus nos criou para Si e precisamos ouvir dele o que pensa a nosso respeito. Há um propósito em tudo que o Senhor faz. Ele nos viu em substância ainda informa. Que sejamos despertadas a viver na beleza do Seu amor.


Por Nayla Cintra

519 visualizações

© GAROTAS PEREGRINAS since 2018

Designed by Mariana Baroni

  • Preto Ícone Spotify
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon